Depilação a laser, sua linda. Que bom te conhecer.

0

E aí viemos dos macacos. Nada contra os nossos irmãos da cadeia evolutiva, eles são legais. Mas tenho que confessar: seria bem melhor se tivéssemos vindo das borboletas. Lindas, coloridas e com pouquíssimos pelos. Darwin concordaria comigo que essa sim seria a evolução da espécie.

Tenho meus motivos. Imagine você que semana passada estava no bar com umas amigas e apareceu um gato daqueles que você só vê em manual de photoshop avançado. Lin-do! Incrivelmente alto. Incrivelmente estiloso. Incrivelmente so-zin-ho. Mais incrível ainda: veio falar comigo. Não pense você que sou dessas, mas é que ele era daqueles. Não resisti. Quer dizer, tive que resistir. Lembrei que fazia 3 semanas que eu não ia ver a Beth. Putz! Fazia 21 dias que eu não via a Beth e sua cera quente. Foi um balde de água fria. Não dava. Não dava mesmo.

Mas tragédia nunca vem sozinha e claro que aquele espetáculo da natureza não era da cidade e estava indo embora na manhã seguinte. Não tive escolha: fui acometida por uma imensa dor de cabeça, daquelas de matar, e ele me deixou em casa.

No dia seguinte, depois de me xingar muito no espelho, resolvi tomar uma decisão definitiva. Depilação a laser, sua linda, bem-vinda a minha vida. Depois de algumas seções sou diva-borboleta 24h por dia, 7 dias por semana. De qualquer forma, ainda carrego na bolsa a desculpa da dor de cabeça. Essa, como a depilação a laser, é sempre infalível.

Ni Nigreto, depilada e feliz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>